Estou ficando louco na quarentena: seis indícios para se preocupar

ficando-louco-com-isolamento

Desconfia que uma pessoa próxima, ou mesmo você, está ficando louca na quarentena? Os pensamentos distorcidos são indícios de que a saúde mental da pessoa não está bem. A privação sensorial é uma técnica de guerra psicológica na pandemia que promove transtornos psiquiátricos. Abaixo, listamos seis tipos de pensamento distorcidos trabalhados na Terapia Cognitivo-Comportamental:

Catastrofização (adivinhação): você acredita que o futuro será uma desgraça, sem levar em consideração diversas outras possibilidades. Por exemplo, em seu íntimo, você tem grande certeza de que o mundo jamais voltará a ser o mesmo após a pandemia de Covid-19, independentemente das ações das pessoas.

Desqualificar ou desconsiderar o positivo: você desvaloriza as coisas boas e positivas, como se elas não fizessem muitas diferenças. Por exemplo, mesmo que desenvolvam uma vacina para o Covid-19, o que finalizaria a quarentena, você sabe, em seu íntimo, que as coisas não melhorarão tão cedo.

Raciocínio emocional: você acha que algo é verdadeiro por tê-lo sentido subjetivamente como real, independente dos fatos objetivos. Por exemplo, em seu intimo, você tem uma espécie de intuição espiritual, uma sensação realística, de que alguém próximo pegará Covid-19, numa espécie de fatalidade do destino.

Pensamento do tipo tudo ou nada (dicotômico): você enxerga uma situação sempre em duas categorias estanques, não num contínuo de possibilidades. Por exemplo, em seu íntimo, você acredita que as pessoas devem ser totalmente à favor ou contra a quarentena, pois um meio termo seria muito perigoso.

Rotulação: você rotula as pessoas e coisas de forma fixa e global, como se a realidade não fosse plástica e multifacetada. Por exemplo, em seu íntimo, as pessoas que trabalham na quarentena são bolsonaristas, porque o presidente é à favor ao fim imediato da quarentena.

Leitura mental: você tem uma espécie de certeza intima de que consegue saber o que as pessoas estão pensando e imaginando. Por exemplo, em seu intimo, você sabe que as pessoas nas redes sociais estão lhe vigiando e fazendo chacotas, pois você tem encarado grande dificuldades na quarentena.

Geralmente, a pessoa que passa por problemas psicológicos perde o senso crítico sobre a sua própria saúde mental. Um dos grandes desafios da saúde mental é convencer a pessoa de que precisa de ajuda especializada. Ela geralmente é a última pessoa a perceber que está literalmente ficando louca na quarentena.

avaliação-psicológica-grátis

“Ela geralmente é a última pessoa a perceber que está literalmente ficando louca na quarentena…”

 

 

 


WAF PSI© (31) 9 9385 6239, Contagem, MG, Brasil.