Como enfrentar depressão e estresse na quarentena?

Read More
depressão-e-ansiedade-na-quarentena

A depressão e o estresse na quarentena podem ser enfrentados por meio de técnicas da Psicologia Cognitivo Comportamental. Sem esses conhecimentos psicológicos técnicos, é bastante difícil controlar as pressões do dia a dia. Algumas sessões de psicoterapia podem trazer grande alívio da depressão e do estresse na quarentena.

O ser humano não pensa de forma racional, coerente e coesa durante momentos de grande pressão. A sua percepção da realidade, memória e raciocínio são negativamente distorcidos pela depressão e estresse. Por isso, quando tomam decisões “com a cabeça quente”, o ser humano geralmente se arrepende depois.

Técnicas de Psicologia Cognitivo Comportamental são utilizadas até mesmo por soldados. Eles são treinados para manter a mente sempre centrada, em baixos níveis de excitabilidade. Numa guerra, momentos de depressão e de estresse podem resultar em mortes. Os soldados aprendem técnicas psicológicas para enfrentar as pressões do dia a dia.

Numa guerra, você precisa fazer um levantamento do inventário e dos recursos no ambiente. Além disso, você precisa estar consciente de quem são seus inimigos e aliados. Por falta de inteligência emocional, você pode considerar os seus parceiros como inimigos, e vice versa. Após o treinamento psicológico, você será capaz de estabelecer objetivos, delinear métodos e tomar decisões corretas.

Caso você esteja com grande estresse e depressão na quarentena, não se sinta envergonhado ou culpado. Os melhores soldados também precisam de treinamento intensivo para enfrentar as pressões do dia a dia. Por agora, tenha consciência de que o WAF Psicologia: Atendimento Online (sessão 1h30min) está contigo nessa guerra.

Alguns de meus artigos

Estou ficando louco na quarentena: seis indícios para se preocupar (leia).

Dicas de saúde mental na pandemia: guerra e terrorismo psicológico (leia).

Faça gratuitamente um teste de depressão científico (clique).

Vários artigos sobre depressão (leia).

Antidepressivos naturais e eficientes

Read More
antidepressivos-naturais-eficientes

Há antidepressivos naturais bastante eficientes e sem efeitos colaterais negativos. Eles não são plantas medicinais, sucos espirituais ou chás milagrosos. Eles também não são incensos indianos, pedras místicas ou florais de Bach. Os antidepressivos naturais eficientes são técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC). Abaixo, há algumas dicas de como as distorções cognitivas e comportamentos desajustados causam depressão.

Distorções cognitivas

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) descobriu que uma das principais causas da depressão é as distorções cognitivas. Pessoas depressivas cometem erros de raciocínio, memória, linguagem e percepção. Sendo assim, a tristeza, desanimo e baixoestima são consequências do uso inadequado da mente e comportamentos. As pessoas depressivas precisam reaprender a raciocinar, resolver problemas, tomar decisões e se comportar adaptativamente.

Por exemplo, se um rapaz diz para sua namorada depressiva “Você está muito bonita!”, ela poderia pensar “Ele só quer me agradar, pois sou feia!”. Por outro lado, se o rapaz não dissesse nada, ela poderia pensar “Ele nunca fala que estou bonita, pois sou feia”. Ou seja: independente do que o rapaz faça, a sua namorada sempre se sente feia. A namorada depressiva está presa em um paradoxo cognitivo, sendo a única saída o domínio de técnicas cognitivas-comportamentais.

Comportamentos desajustados

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) descobriu também que uma das principais causas da depressão é os comportamentos desajustados. Pessoas depressivas reforçam suas distorções cognitivas, fogem e se esquivam de estímulos aversivos, não raro ilusórios. Além disso, as pessoas ao redor das pessoas depressivas raramente sabem lidar com os problemas de saúde mental, por não dominarem as leis do comportamento.

Por exemplo, ao pensar “Meu namorado só quer me agradar, pois sou feia!”, a namorada depressiva pode reforçar esse pensamento distorcido. Ela pode se isolar em seu quarto, evitar o namorado, amigos e familiares, chegando, em caso mais graves, a delírios de ruína. As pessoas ao redor da pessoa depressiva podem prejudicar ainda mais sua saúde mental, reforçando a depressão. Em resumo, existem princípios universais do comportamento que a pessoa depressiva aplica para sair da depressão.

Considerações finais

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) dispõe de antidepressivos naturais e bastante eficientes. Infelizmente, pessoas depressivas são frequentemente vítimas de charlatanismo e estelionato, uma vez que possuem várias distorções cognitivas e comportamentos desajustados. Pseudoterapias se aproveitam de sintomas psiquiátricos como se eles fossem fenômenos espirituais. Assim, as pessoas depressivas ficam ainda mais confusas, doentes e dependentes de gurus da Nova Era.

Alguns de meus artigos

Sintomas de depressão: faça avaliação grátis (faça).
Cinco erros comuns no pensamento depressivo (leia).
Quatro erros comuns no pensamento suicida (leia).

Faça um teste de depressão confiável gratuito

Read More
teste-de-depressão-grátis

Faça um teste de depressão confiável gratuito no WAF Psicologia: Atendimentos Online. As pseudociências aproveitam da fragilidade psicológica das pessoas para ganhar dinheiro fácil, injusto e desonesto. Elas utilizam técnicas de hipnose e manipulação, que são capazes de introduzir falsas memórias nas pessoas (vide, vide). Quem não conhece pessoas que fizeram “terapias alternativas” por anos e acabaram ainda mais confusas, dependentes e doentes?

Foi pensando em combater o charlatanismo e o estelionato brasileiros que disponibilizamos gratuitamente a “Escala de Depressão de Beck”. Essa escala científica, que avalia sintomas de depressão, é utilizada em vários países, como no Beck Institute for Cognitive Behavior Therapy. Embora uma avaliação psicológica seja muito mais complexa, após realizar o teste de depressão confiável gratuito, aguarde que lhe daremos um retorno gratuito por e-mail.

Tratamento cognitivo-comportamental da depressão: como funciona?

Read More
tratamento-cognitivo-comportamental-depressão

Como funciona o tratamento cognitivo-comportamental da depressão? A psicologia cognitivo-comportamental é uma das abordagens psicológicas mais efetivas no tratamento da depressão. O modelo cognitivo da depressão foi desenvolvido a partir de estudos científicos empíricos. Sem a aplicação dos princípios cognitivos-comportamentais, a pessoa terá grande dificuldade de sair sozinha da depressão.

Por meio de estudos científicos, a terapia cognitivo-comportamental descobriu que a depressão é causada por distorções cognitivas. O humor triste (um dos traços da depressão) são consequências de erros de raciocínio, memória, atenção, resolução de problemas etc. A pessoa depressiva está com a mente “bugada” e o psicólogo cognitivo-comportamental a ajuda na “reprogramação”. A saúde mental de uma pessoa pode ser prejudicada caso recorra a “psicoterapias” sem comprovações científicas.

Por exemplo, o modismo do “gratiluz” (“entrego, confio, aceito e agradeço”) pode agravar os pensamentos distorcidos da depressão. Aquelas repetições reforçam os pensamentos mágicos, comuns nas ruminações depressivas e no Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). Ao invés da pessoa sair da depressão, o “gratiluz” pode induzir a pessoa depressiva a problemas cognitivos mais graves, como ideações suicidas.

O tratamento cognitivo-comportamental tem o compromisso de ser resolutivo: ajudar a pessoa realmente a sair da depressão e alcançar melhor qualidade de vida. A autoajuda, o espiritualismo e “terapias” new age podem aumentar ainda mais as distorções psicológicas. A depressão é uma doença grave, não é só tristeza profunda, mas um transtorno psicopatológico acompanhado por diversas alterações cognitivas.

Alguns de meus artigos

Sintomas de depressão: não é só tristeza (leia).
Cinco erros comuns no pensamento depressivo (leia).
Quatro erros comuns no pensamento suicida (leia).
Os antidepressivos não curam: podem ser fuga da realidade (leia).
Palestras motivacionais: charlatanismo e hipnose (leia).

Fale comigo!
Sobre mim!

*