Dialética marxista: dividir para dominar

Read More
karl-marx

A dialética marxista é utilizada para dividir a sociedade brasileira. Os brasileiros permanecem presos em falsas oposições marxistas. Assim, os brasileiros brigam sem perceberem que são manipulados. Quantos amigos se tornaram inimigos devido a lavagem cerebral marxista? Quantas brigas entre familiares hipnotizados pelas propagandas marxistas?

  • Direita vs esquerda
  • Branco vs preto
  • Homem vs mulher
  • Heterossexual vs LGBT
  • Rico vs pobre
  • Patrão vs empregado
  • Professor vs aluno
  • Técnico vs universitário
  • Exatas vs humanas
  • Favela vs asfalto

Essas falsas oposições foram introduzidas propositalmente no Brasil. Elas foram introduzidas exatamente para dividir a sociedade brasileira. Os brasileiros brigam sem se darem conta de que um povo dividido é mais facilmente dominado. A dialética marxista é o velho estratagema “dividir para dominar”.

Fale comigo.

————

“A lavagem cerebral, lavagem de cérebro, reforma de pensamento ou reeducação é qualquer esforço constituído visando a mudar certas atitudes e crenças de uma pessoa – crenças estas consideradas indesejáveis ou em conflito com as crenças e conhecimentos das outras pessoas – utilizando-se, para tal, de métodos agressivos, como cansaço, substâncias químicas e persuasão, aplicados sobre pessoas que estão privadas da livre determinação de sua vontade (como prisioneiros de guerra, por exemplo). Por meio da lavagem cerebral, indivíduos passam a ter opiniões que não teriam se estivessem em condições de plena liberdade”. (Wikipedia)

 

Crédito social: o Big Brother da vida real

Read More
big-brother-filme

O crédito social é o Big Brother da vida real, já existente na China e em expansão para a Austrália. Na China, as pessoas são vigiada por câmeras de reconhecimento facial. As câmeras são interligadas por inteligência artificial em banco de dados com informações da pessoa. As pessoas que não obedecem as elites perdem crédito social, podendo ser punidas de várias formas. Os capitalistas e comunistas uniram-se para escravizar o mundo: é o Big Brother do Filme 1984, de George Orwell.

Por que o Big Brother existe em vários países a mais uma década? Ele foi implantado, pelas elites mundiais, com o propósito de habituar as novas gerações. O Big Brother aplica técnicas de controle do comportamento, manipulação e lavagem cerebral. As provas de resistência, isolamentos sociais e constrangimentos são exemplos. Enfim, quem cresceu vendo Big Brother acha normal ser vigiado, controlado e monitorado por câmeras. Não é por acaso que em vários estabelecimentos pedem o nosso CPF…

O crédito social no Brasil, em relação a saúde pública, seria assim… Por exemplo, você consome muita cerveja, carne gorda, não pratica exercícios físicos, tem colesterol e pressão altos. Caso viole as políticas públicas da saúde, perderá créditos sociais, porque as elites detêm as suas informações. Eles sabem que você comprou cervejas e torresmos no supermercado X, as 19h, para ir ao aniversário… No final, com baixo crédito social, você terá enormes dificuldades em conseguir o que precisa!

Os comunistas e capitalistas, as elites mundiais, uniram-se num projeto de escravidão por meio da implantação do Big Brother. As elites mundiais violam os Direitos Naturais, como a liberdade, individualidade e privacidade. Eles utilizam câmeras de reconhecimento facil e inteligẽncia articifial para finalidades tirânicas. O Big Brother da vida real é o desejo doentio das elites mundiais em serem Deus: onisciência, onipresença e onipotência.

.

Não é por acaso que o desejo de suicídio aumenta… a depressão

Conheça o Atendimento Psicológico Especializado.

Socialistas e capitalistas: os complementares do nazifascismo

Read More
marx-rothschild

Os socialistas e capitalistas não são excludentes, mas os complementares do nazifascismo. Enquanto os socialistas estatizam, os capitalistas privatizam. Enquanto os capitalistas emprestam dinheiro aos países, os socialistas promovem políticas públicas. No final, as pessoas são escravizadas por meio da dívida pública e os nazifascistas tornam-se donos do mundo.

Os socialistas diziam “Vamos investir no pré-sal e 75% será para educação e 25% para saúde”. Os brasileiros apoiaram a política pública. Então, os socialistas pegaram empréstimos em bancos para criarem o pré-sal. No entanto, após tudo pronto, geraram crises e venderam o pré-sal para grandes corporações. Conclusão, os nazifascistas são donos do pré-sal e os brasileiros quem pagam a dívida pública.

Os socialistas diziam “Precisamos investir no SUS, criar novos hospitais”. Os brasileiros apoiaram a política pública. Então, os socialistas pegaram empréstimos em bancos para construírem hospitais públicos. No entanto, após tudo pronto, geram crises e privatizam os hospitais públicos. Conclusão, os nazifascistas são donos dos hospitais e os brasileiros escravizados pela dívida pública.

Os banqueiros estão se tornando donos do mundo, ao mesmo tempo em que escravizam as pessoas por meio das dívidas públicas. Não existem contradições entre estatistas e liberais, pois são os pilares do corporativismo monopolista do nazifascismo. O próprio Karl Marx era parente dos banqueiros judeus Rothschild (vide imagem), um dos donos do Brasil desde 1822*.

Não é por acaso que o suicídio aumenta… que a depressão aumenta… antidepressivos não curam…

 

* BARROSO, Gustavo. Brasil: Colônia de Banqueiros (História dos empréstimos de 1824 a 1934). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira S/A, 1936.

Fale comigo.

 

ASMR é perigoso?

Read More
asmr-é-nocívo

O ASMR (“Autonomous Sensory Meridian Response”) é um conjunto de respostas neurofisiológicas autonômicas. O ASMR é desencadeado por estímulos sensoriais, sobretudo auditivos e visuais. Os cochichos, movimentos de mãos e sons de boca eliciam várias reações corporais prazerosas. O ASMR é experimentado como relaxamento, formigamento, sonolência e mesmo hipnose. O ASMR é perigoso, por envolver hipnose, teatralidade (role-playing) e condicionamentos psicológicos?

Youtubers não são psicólogos*

No YouTube, há muitos vídeos de ASMR para “tratar” doenças mentais, como ansiedade, insônia, depressão e até mesmo síndrome do pânico. Em minha opinião, esses youtubers estão sendo irresponsáveis, injustos e desonestos ao oferecerem “tratamentos” para doenças mentais. Primeiro, como os estudos científicos de ASMR são recentes, não sabemos seus efeitos benéficos e colaterais na saúde mental. Segundo, os youtubers não são profissionais da saúde mental, não possuem conhecimentos especializados.

O ASMR envolve mecanismos neurológicos, fisiológicos e psicológicos complexos: a ciência tem os estudado na atualidade. O ASMR envolve hipnose, linguagem simbólica, condicionamentos psicológicos. Ele mobiliza neurotransmissores viciantes, como dopamina e serotonia, alterando a senso-percepção. Os aspectos hipnóticos, teatrais (role-playing) e regressivos do ASMR (como os sons de boca que remetem a primeira infância) podem ser prejudiciais a algumas pessoas. Abaixo, darei algumas opiniões como profissional da saúde mental!

O ASMR pode agravar os sintomas alucinatórios e delirantes em portadores de psicose, como esquizofrênicos e depressivos graves. O ASMR pode agravar os transtornos de esquema e imagem corporais em portadores de transtornos somatoformes e psicogênicos, como histéricas e anoréxicas. O ASMR pode levar portadores de transtornos de personalidade ao suicídio, como histriônicos e boderlines. Em resumo, o ASMR pode sim ser prejudicial a algumas pessoas, por envolver hipnose, teatralidade (role-playing) e condicionamentos psicológicos.

Considerações finais

O ASMR deve ser utilizado com MUITA ressalva, não podendo ser vulgarizados, assim como fazem muitos youtubers ao proporem “tratamentos” para doenças mentais. Apesar disso, há um grande potencial de que o ASMR seja utilizado clinicamente, com auxilio especializado de psicólogos e profissionais da saúde. O ASMR é um campo novo de pesquisa científica e ainda precisamos conhecer seus efeitos benéficos e colaterais na saúde mental. O ASMR é perigoso sim!

Fale comigo.

Face Book

* Neste artigo, critico apenas os vídeos de ASMR que mencionam doenças mentais, como pânico, depressão e fobias. Doenças mentais são problemas graves e não podem ser banalizados pelos youtubers.

Reforma da previdência: a psicologia do fascismo

Read More
reforma-trabalhista

A reforma da previdência é uma prova de que as elites fascistas conseguiram, ao longo da história, concentrar e centralizar poderes. Os fascistas sempre souberam que as pessoas precisam trabalhar e comercializar livremente para sobreviverem. Por isso, ao longo da história, criaram ministérios para deterem total controle sobre os setores do trabalho e do comércio. A reforma da previdência é o termino de um “contrato” fascista, no qual as elites descartam os trabalhadores corporativistas. Por que os fascistas não cortariam todos os “direitos” trabalhistas se já detém total controle sobre os brasileiros?

Fascistas trabalhistas

Os fascistas, como Benito Mussolini e Getúlio Vargas, criaram as leis trabalhistas para impedirem a luta de classe dos socialistas. Assim, dando privilégios aos trabalhadores, geralmente das classes baixas, puderam criar corporações fascistas monopolistas. As corporações fascistas são compostas pelo Estado, grandes industrias, bancos e sindicatos de pelego. Os fascistas são contra a individualidade, livre troca, propriedade privada e liberdade de concorrência no mercado. Ao mesmo tempo, defendem parceria público-privado, lobby, planejamento central, “direitos” trabalhistas e monopólios. Historicamente, as elites privatizaram o lucro, socializaram os gastos (impostos) e privilegiaram os trabalhadores corporativistas com “direitos” trabalhistas. Vale destacara que as leis trabalhistas sempre foram privilégios de poucos, como funcionários públicos, sindicalistas e trabalhadores industriais.

O Ministério do Trabalho, fundado por Getúlio Vargas, foi criado para IMPEDIR os brasileiros de trabalharem e comercializarem livremente. Ao destruírem o anarcosindicalismo e as Caixas de Aposentadoria e Pensão (fundos de investimentos privados), as elites fascistas criaram os Institutos de Aposentadoria e Pensão (fundos de investimentos públicos mantidos por impostos). O Ministério da Previdência Social, fundado pelos militares, foi criado a partir da unificação dos Institutos de Aposentadoria e Pensão, CENTRALIZANDO e CONCENTRANDO ainda mais poderes. Não é por acaso que apenas os trabalhadores de carteira assinada, das corporações fascistas, tinham acesso a saúde no INAMPS. Na Constituição de 1988, os “direitos” trabalhistas foram utilizados como propaganda política pelos socialistas e sindicalistas de pelego, interessados na mesma lógica corporativista de privatizarem os lucros e socializarem os gastos para a seguridade social.

Considerações finais

No passado, os trabalhadores corporativistas traíram os anarcosindicalistas e os verdadeiros empreendedores, que criaram as Caixas de Aposentadoria e Pensão (fundos de investimentos privados). As Caixas de Aposentadoria e Pensão ofereciam saúde, aposentadoria e outros direitos, sem os impostos da população. Os trabalhadores corporativistas aliaram-se às elites fascistas em busca de privilégios. O próprio salário mínimo foi uma maneira de manter os trabalhadores corporativistas sempre na mediocridade. Hoje, as elites fascistas detêm total controle sobre os setores do trabalho e do comércio, podendo eliminar todos os “direitos” trabalhistas, mas sem cortar os impostos. Essa é a psicologia do fascismo!

Cansado de ser feito de idiota?

Fale comigo.