A URSAL já está na Constituição Brasileira de 1988

Read More
ursal-constituição-1988

A União das Repúblicas Socialistas da América Latina (URSAL) já está defendida na Constituição Brasileira de 1988. Sendo assim, não há razões para ter medo de que o Brasil se torne um país socialista. Não há razões, também, para achar que o Brasil se tornará na Venezuela. Na verdade, o Brasil já tem fortes traços socialistas, sendo a URSAL apenas a ampliação do totalitarismo:

“A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações” (Constituição Brasileira de 1988, Art 4, parágrafo único).

Se a URSAL é um projeto dos comunistas do Partido dos Trabalhadores (PT), como pode estar expressa na Constituição Brasileira de 1988? Afinal, o PT não tinha tanto poder nessa época! Se a direita brasileira é anticomunista, como pode obedecer a Constituição de 1988? Afinal, a direita não pode ser anticomunista e acatar a Constituição de 1988, que é socialista!

A URSAL faz parte da Nova Ordem Mundial, que consiste em dominar o mundo por meio de enormes blocos geopolíticos. Por meio dessas pirâmides continentais de poder, como a União Europeia, as elites conseguem controlar bilhões de pessoas. A URSAL é uma pirâmide continental de poder na América Latina, que destruirá as soberanias nacionais.

Conheça o Atendimento Psicológico Especializado.

Frases motivacionais para depressão funcionam?

Read More
frases-motivacionais-depressão

As frases motivacionais para a depressão, como aquelas propagadas pelos espiritualistas, funcionam? Essa é uma pergunta bastante fácil de ser respondia, basta a pessoa ter um pouco de bom senso. Caso a pessoa tenha dificuldade em lidar com a realidade, certamente se autoenganará com conselhos motivacionais. As frases de autoajuda podem aumentar a depressão, uma vez que elas não resultam em efeitos objetivos.

Para saber se frases motivacionais funcionam, basta a pessoa realizar o seguinte experimento espiritualista. Entre em um quarto, olhe num espelho e repita mil vezes: “sou bonito(a), inteligente e realizado(a)”. Caso seja religioso, pegue a Bíblia, um terço ou amuleto mágico. O que você acha que acontecerá com essa pessoa ao usar a “força do pensamento”? Nada! Embora o pensamento e a linguagem atuem sobre a realidade, seus efeitos são bastante limitados.

A verdade é que a depressão não é tratada por meio de frases motivacionais, pois a pessoa precisa fazer algo objetivo para mudar. Se se sente feio(a), que tal cortar o cabelo, fazer uma limpeza nos dentes e lavar os calçados? Se não se sente realizadoa(a), que tal mudar o estilo de vida ou profissão? Se não se sente inteligente, por que não adquirir autoconhecimento por meio das Ciências Psicológicas Empíricas?

As frases motivacionais podem piorar a depressão, já que a pessoa depressiva tem alterações graves na forma de pensar e autoperceber. A depressão pode levar aos pensamentos suicídas, ou mesmo a sua consumação, já que a pessoa em depressão tem sensação de “beco sem saída”. Quantos espiritualistas aproveitam da pessoa em depressão prometendo frases motivacionais como “tratamentos”?

Fale comigo.

A privatização dos correios: a psicopolítica da subversão

Read More
privatização-dos-correios

A privatização dos correios é uma prova de que o Brasil é um país psicopoliticamente subvertido. Ao contrário do que se pensa, o socialismo e o capitalismo (financeiro e de Estado) não são excludentes, mas complementares. Enquanto a esquerda política estatiza o país (criando hospitais, empresas e universidades públicas), a direita privatiza-o (deixando-o mais “enxuto”). Assim, as instituições públicas são entregues as corporações nazifascicomunistas, como a Vale do Rio Doce. Qual bilionário não quer a privatização dos correios, investir em ações e viver dos juros compostos de um monopólio? A Teoria da Subversão é uma estratégia de guerra psicológica internacional.

A fase da estatização

A fase da estatização geralmente é realizada pela esquerda política, após uma intensa propaganda por direitos sociais: “precisamos de saúde, educação e segurança”. Para que coloque em prática seu projeto estatizante, a esquerda precisa de investimentos, advindos do empréstimo em bancos e políticas monetárias. No curso prazo, a esquerda política gera um “bum” na economia, aumentado os empregos e aquecendo a economia. No entanto, no médio prazo (por não se trata de riqueza real), a esquerda aumenta a inflação, desemprego e recessão. Por fim, no longo prazo, a esquerda política aumenta a dívida pública e impostos, enquanto “urubus” vivem dos juros de títulos de dívidas. A fase da estatização “incha” o estado, tornando-o burocrático, ineficiente e caro. A esquerda política é psicologicamente associada a inclusão social, acesso a produtos e serviços.

A fase da subversão

A fase da subversão é realizada pelos meios de comunicação, a maioria controlada por integrantes da esquerda política. Essa fase consiste em difamar as estatais como incompetentes, ineficientes e corruptas. A fase da subversão é uma repercussão da fase da estatização, que impõe a população comportamentos criminosos. Por exemplo, na criação de um hospital público, ganham os empresários que conseguem driblar as burocracias. Os empresários que não conseguem se adaptar ao estatismo da esquerda política são eliminados do mercado. Ao serem bombardeados por informações difamatórias, a população cria ojeriza e decepção pelas instituições públicas . Assim, emerge no imaginário da população que o melhor seria privatizar as instituições públicas. A fase da subversão perdura o tempo suficiente para que ocorra a privatização. Alcançado esse objetivo, os meios de comunicação param de difamar a instituição. O Pré-Sal foi entregue aos nazifascicomunistas e os meios de comunicação não difamam a Petrobras como outrora.

A fase da privatização

A fase da privatização é realizada pela “direita” política, os liberais, após o processo de subversão das estatais nos meios de comunicação. Essa fase consiste em vender as estatais as corporações nazifascicomunistas por preços irrisórios, para que detenham o monopólio no setor. A direita política é encarregada também de realizar as reformas no Estado, como cortes nos gastos públicos. Por exemplo, a Vale do Rio Doce não foi realmente privatizada, pois o que ocorreu foi uma transferência do monopólio sobre a mineração, do setor público para o setor privado (bilionários). O próprio Dr. Enéas disse ser um crime de lesa-pátria, na qual um banqueiro narcotraficante comprou a Vale do Rio Doce*. Como pode um banqueiro financiar movimentos sociais de esquerda e se beneficiar pela privatização da direita liberal? A direita política é psicologicamente associada a exclusão social, inflação e desemprego, mas é apenas o “outro lado da moeda”.

Considerações finais

A psicopolítica da subversão, como buscamos demonstrar, apresenta um caráter cíclico, no qual a esquerda e a direita políticas alternam-se no poder. Não é por acaso que a direita política atual foi criada “da noite para o dia”, o mesmo já ocorreu noutros períodos da história. Essa falsa democracia é uma maneira que as elites têm de manter a população trabalhando, produzindo e pagando impostos. Afinal, a dívida pública (mais de 3 trilhões) precisa ser paga e a soberania dos países em desenvolvimento precisa ser destruída. Em resumo, é o velho estratagema revolucionário ORDO AB CHAO (ordem pelo caos), no qual a Nova Ordem Mundial é implantada: destruir e reconstruir, estatizar e privatizar.

Fale comigo.

* O que ocorre no Brasil é semelhante ao que ocorreu na União Soviética, com o seu desmantelamento. Com o fim do regime soviético, as estatais foram privatizadas e vendidas à preço de bananas. Hoje, a Rússia é controlada por alguns poucos bilionários nazifascicomunistas, muitos considerados criminosos.

Dialética marxista: dividir para dominar

Read More
karl-marx

A dialética marxista é utilizada para dividir a sociedade brasileira. Os brasileiros permanecem presos em falsas oposições marxistas. Assim, os brasileiros brigam sem perceberem que são manipulados. Quantos amigos se tornaram inimigos devido a lavagem cerebral marxista? Quantas brigas entre familiares hipnotizados pelas propagandas marxistas?

  • Direita vs esquerda
  • Branco vs preto
  • Homem vs mulher
  • Heterossexual vs LGBT
  • Rico vs pobre
  • Patrão vs empregado
  • Professor vs aluno
  • Técnico vs universitário
  • Exatas vs humanas
  • Favela vs asfalto

Essas falsas oposições foram introduzidas propositalmente no Brasil. Elas foram introduzidas exatamente para dividir a sociedade brasileira. Os brasileiros brigam sem se darem conta de que um povo dividido é mais facilmente dominado. A dialética marxista é o velho estratagema “dividir para dominar”.

Fale comigo.

————

“A lavagem cerebral, lavagem de cérebro, reforma de pensamento ou reeducação é qualquer esforço constituído visando a mudar certas atitudes e crenças de uma pessoa – crenças estas consideradas indesejáveis ou em conflito com as crenças e conhecimentos das outras pessoas – utilizando-se, para tal, de métodos agressivos, como cansaço, substâncias químicas e persuasão, aplicados sobre pessoas que estão privadas da livre determinação de sua vontade (como prisioneiros de guerra, por exemplo). Por meio da lavagem cerebral, indivíduos passam a ter opiniões que não teriam se estivessem em condições de plena liberdade”. (Wikipedia)

 

Crédito social: o Big Brother da vida real

Read More
big-brother-filme

O crédito social é o Big Brother da vida real, já existente na China e em expansão para a Austrália. Na China, as pessoas são vigiada por câmeras de reconhecimento facial. As câmeras são interligadas por inteligência artificial em banco de dados com informações da pessoa. As pessoas que não obedecem as elites perdem crédito social, podendo ser punidas de várias formas. Os capitalistas e comunistas uniram-se para escravizar o mundo: é o Big Brother do Filme 1984, de George Orwell.

Por que o Big Brother existe em vários países a mais uma década? Ele foi implantado, pelas elites mundiais, com o propósito de habituar as novas gerações. O Big Brother aplica técnicas de controle do comportamento, manipulação e lavagem cerebral. As provas de resistência, isolamentos sociais e constrangimentos são exemplos. Enfim, quem cresceu vendo Big Brother acha normal ser vigiado, controlado e monitorado por câmeras. Não é por acaso que em vários estabelecimentos pedem o nosso CPF…

O crédito social no Brasil, em relação a saúde pública, seria assim… Por exemplo, você consome muita cerveja, carne gorda, não pratica exercícios físicos, tem colesterol e pressão altos. Caso viole as políticas públicas da saúde, perderá créditos sociais, porque as elites detêm as suas informações. Eles sabem que você comprou cervejas e torresmos no supermercado X, as 19h, para ir ao aniversário… No final, com baixo crédito social, você terá enormes dificuldades em conseguir o que precisa!

Os comunistas e capitalistas, as elites mundiais, uniram-se num projeto de escravidão por meio da implantação do Big Brother. As elites mundiais violam os Direitos Naturais, como a liberdade, individualidade e privacidade. Eles utilizam câmeras de reconhecimento facil e inteligẽncia articifial para finalidades tirânicas. O Big Brother da vida real é o desejo doentio das elites mundiais em serem Deus: onisciência, onipresença e onipotência.

.

Não é por acaso que o desejo de suicídio aumenta… a depressão

Conheça o Atendimento Psicológico Especializado.